Physical Address

304 North Cardinal St.
Dorchester Center, MA 02124

Os 4 alimentos para uma dieta anti-inflamatória para endometriose

Existem vários tipos diferentes de alimentos que podem ajudar em uma dieta anti-inflamatória para endometriose. Isso inclui grãos sem glúten, fontes de proteínas vegetarianas, aves, peixes e alimentos que apoiam o fígado.

dieta anti-inflamatória para endometriose
4 itens para uma dieta anti-inflamatória para endometriose

Embora alguns desses alimentos possam parecer óbvios, você pode não saber como esses alimentos podem afetar sua condição. Diferente da Dieta ecogênica como anunciamos anteriormente em outro artigo, separamos 4 tipos de alimentos para a dieta anti-inflamatória para endometriose.

1. Alimentos de fibra alta

Uma das melhores maneiras de reduzir a dor associada à endometriose é reduzir os alimentos que causam inflamação. Esses alimentos incluem açúcares refinados, cafeína e laticínios. Além de evitar esses alimentos, você deve evitar alimentos processados, que tendem a ter altos níveis de ingredientes pró-inflamatórios.

Uma dieta rica em fibras é particularmente benéfica para os que sofrem de endometriose. A fibra ajuda a manter um equilíbrio saudável de bactérias amigáveis no trato digestivo e ajuda a eliminar o estrogênio do corpo através dos resíduos fecais. A fibra é encontrada em uma variedade de tipos de alimentos, como frutas, vegetais e grãos integrais.

Além de apoiar a função digestiva saudável, os frutos também suportam a função imunológica e reduzem a inflamação. Estudos mostraram que as mulheres que comem duas ou mais porções de frutas diariamente têm um risco 20 % menor de desenvolver endometriose. Além disso, sabe-se que os frutos cítricos possuem propriedades anti-inflamatórias. Se puder, tente comprar frutas e legumes orgânicos para limitar sua exposição a pesticidas. Esses produtos químicos perturbam a função hormonal e podem causar inflamação.

É importante lembrar que a dieta anti-inflamatória para endometriose é apenas uma parte do tratamento geral para a endometriose. Um plano abrangente que inclui um estilo de vida saudável e o gerenciamento da dor é fundamental. Você também pode tentar acupuntura e óleos essenciais para tratar sua endometriose. Esses métodos naturais podem evitar cirurgia desnecessária.

2. Peixe

Uma dieta anti-inflamatória para endometriose rica em peixes e vegetais pode ajudar os pacientes com endometriose a combater os sintomas da doença. Comer uma variedade de vegetais e frutas fornece um equilíbrio saudável de nutrientes. O peixe também é uma excelente fonte de proteínas anti-inflamatórias. Sabe-se que as gorduras ômega-3 nos peixes ajudam a combater a inflamação e reduzir a dor no útero.

Além dos peixes, você também deve incluir outros alimentos que podem combater a inflamação. Isso inclui frutas e legumes, grãos integrais, legumes, nozes, peixes gordurosos e especiarias. Ao planejar uma dieta anti-inflamatória para endometriose, consulte um nutricionista antes de fazer alterações em sua dieta.

A pesquisa mostrou que a ingestão de certos alimentos pode afetar os níveis hormonais, incluindo a progesterona. Estudos mostraram que as mulheres que consomem duas porções de frutas por dia têm um risco 20 % menor de desenvolver endometriose do que aquelas que não consomem uma fruta ou vegetal. Da mesma forma, os frutos cítricos têm sido associados a um risco reduzido de endometriose. É importante comprar frutas e vegetais cultivados organicamente, pois eles contêm níveis mais baixos de pesticidas, o que atrapalha o equilíbrio hormonal natural no corpo.

Um estudo examinou os efeitos da suplementação com óleo de peixe na endometriose induzida cirurgicamente em coelhos. Neste estudo, o DHA diminuiu o tamanho das lesões endometrióticas. Em outro estudo, Yano et al. A suplementação alimentar investigada da EPA pura e confirmou que o óleo de peixe teve um efeito positivo na endometriose.

3. Sementes de linhaça

A linhaça é uma fonte de ácidos graxos ômega-3, que ajudam o corpo a eliminar o excesso de estrogênio. Também é rico em fibras, que promove movimentos saudáveis intestinais. O Centro de Assistência à Endometriose recomenda a linhaça para sintomas de endometriose. Outros sites incentivam o uso de sementes de linhaça na dieta anti-inflamatória para endometriose. Um estudo de 1997 descobriu que a ingestão de linhaça reduzia a frequência de ondas de calor em mulheres com endometriose.

Alimentos ricos em fibras também são úteis na redução da inflamação. Eles também ajudam o corpo a eliminar hormônios e toxinas indesejadas. Dietas ricas em fibras e baixas em gorduras são excelentes para pacientes com endometriose. Os vegetais são particularmente úteis porque são ricos em fibras.

As sementes de linho são uma excelente fonte de ácidos graxos ômega-3, que ajudam a combater a inflamação. Essas gorduras saudáveis podem ser adicionadas a smoothies ou molhos para salada. Além disso, você pode incluir outras fontes de ácidos graxos ômega-3, como sementes de chia e salmão selvagem.

Antioxidantes como a vitamina C e E podem ajudar a combater a inflamação. De fato, estudos mostraram que esses nutrientes podem diminuir a endometriose em 20 %. Estudos também sugeriram que as mulheres que comem pelo menos duas porções de frutas por dia têm um risco reduzido. E as mulheres que comem uma grande quantidade de frutas cítricas também diminuem suas chances de endometriose. Ao escolher frutas, tente escolher frutas orgânicas, pois os pesticidas podem interromper a função hormonal.

As propriedades anti-inflamatórias da semente de linhaça podem ajudar as mulheres a combater a dor da endometriose. Eles podem até ajudar as mulheres a equilibrar seus hormônios e reduzir sua dor. Mas é importante observar que aplicar esses princípios apenas à sua dieta anti-inflamatória para endometriose não fornecerá os resultados desejados. É importante seguir o conselho do seu médico e usar fontes confiáveis para aconselhamento nutricional.

4. Folhas verdes

Além de folhas verdes, você deve comer vegetais crucíferos, como brócolis, couve -flor e repolho roxo. Esses vegetais são ricos em indol-3-carbinol, um fitonutriente que inibe o crescimento de células de endometriose e inibe a produção de estrogênio. Os vegetais crucíferos também são boas fontes de magnésio, o que ajuda a manter a função muscular e diminuir a produção de estrogênio.

Além de folhas verdes, você também deve incorporar alimentos ricos em ferro. Alguns desses alimentos incluem brócolis, feijão, grãos fortificados, nozes e sementes. Além disso, comer alimentos ricos em ácidos graxos essenciais, como sementes de linho, pode ser benéfico para sua saúde geral.

Outra maneira de melhorar a saúde do Guts é reduzir os produtos lácteos e alimentos gordurosos. Além disso, as bebidas açucaradas podem piorar a condição. Uma dieta sem glúten e uma dieta anti-inflamatória para endometriose livre de laticínios são ótimas opções para pessoas que sofrem de endometriose. Apenas certifique -se de consultar um médico antes de implementar quaisquer alterações em sua dieta.

Mais sobre dieta anti-inflamatória para endometriose

Uma dieta anti-inflamatória para endometriose é uma maneira de reduzir a inflamação associada à endometriose. Embora possa parecer restritivo, essa dieta pode ajudar a controlar a inflamação e reduzir os sintomas associados a esta doença. Esta dieta enfatiza frutas e vegetais, especialmente verduras de folhas escuras que contêm antioxidantes poderosos. Também é importante comer na estação e local para garantir o melhor valor nutricional.

Uma dieta anti-inflamatória para endometriose pode assumir várias formas, dependendo do que sua condição exige. Um tipo de dieta anti-inflamatória para endometriose se concentra em uma dieta rica em antioxidantes, fibras e carne vermelha, enquanto outra inclui produtos lácteos, peixes e nozes. Outro tipo popular de dieta anti-inflamatória para endometriose é a dieta mediterrânea. Foi demonstrado que essa dieta reduz os sintomas associados à endometriose e melhorando a fertilidade nas mulheres.

Os grãos integrais são ricos em fibras solúveis e vitaminas B e demonstraram diminuir o nível de marcadores inflamatórios no corpo. Além disso, os grãos integrais podem ajudar a manter um microbioma intestinal saudável. Você pode usar grãos integrais como base das refeições e combiná -los com frutas e legumes frescos, azeite e nozes. Os grãos integrais também são uma excelente fonte de proteína.

Um estudo descobriu que as mulheres que comem muitos vegetais verdes têm um risco 70% menor de desenvolver endometriose. Além disso, esses alimentos são ricos em vitaminas, minerais e fibras saudáveis. Eles também apóiam a saúde do fígado e hormônios. Além disso, comer uma grande variedade de vegetais ajuda a aumentar seu status antioxidante, o que pode ajudá -lo a combater a condição.

Não há cura conhecida para endometriose, mas existem várias opções de tratamento que podem efetivamente reduzir seus sintomas. O uso de uma dieta de endometriose bem projetada é um desses tratamentos e pode reduzir significativamente a dor, os sintomas e outros sintomas. Você pode consultar um nutricionista ou médico qualificado para determinar quais mudanças podem ajudar sua condição.

Os alimentos ricos em fibras também são benéficos para mulheres com endometriose, pois a fibra ajuda a promover a digestão saudável e reduzir a inflamação. As mulheres devem ter como objetivo consumir pelo menos 35 gramas de fibra por dia. No entanto, tenha cuidado com a quantidade de fibra, pois demais pode causar inchaço e gás. Também é importante beber bastante água para evitar a constipação. Além disso, vegetais folhosos, como espinafre e brócolis, são ricos em ferro, o que pode ajudar seu corpo a combater a endometriose.

Alberto Zurh Mathias
Alberto Zurh Mathias

Alberto é nutricionista há 18 anos, Pós-graduações, em Nutrição Esportiva e em Nutrição Materno-infantil. Especialização em Fitoterapia e redator do Vamos Viver.

Artigos: 25

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *